23/02/2022 - Defesa de Lunélia Amaral Lima

Mestrando(a):  Lunélia Amaral Lima
Título: “Vida saudável e ciberterritório: os discursos construídos por médicos no Instagram”
Data:  23/02/2022
Horário: 14:00
Plataforma virtual:  meet.google.com/bob-tdmw-dsr

Banca Examinadora: 
Profa. Dra. Flavia Mayer dos Santos Souza (Orientadora- PÓSCOM/UFES)
Profa. Dra. Maria Nazareth Bis Pirola (Membro interno - PÓSCOM/UFES)
Prof. Dr. Wilson Couto Borges (Membro externo – PPGICS/Fiocruz)

Linha de pesquisa: Estéticas e Linguagens Comunicacionais

Resumo: A presença de médicos no ciberterritório levanta discussões envolvendo a área da
saúde e da comunicação, que se evidenciaram ainda mais com a pandemia da
Covid 19. Nesse cenário, o estudo visa analisar os discursos sobre vida saudável
construídos por médicos influentes no Instagram. Para isso, foi elaborada uma
revisão de literatura e levantadas reflexões sobre a área da comunicação e saúde,
com as pesquisadoras Inesita Soares de Araújo (2007) e Janine Miranda Cardoso
(2007), além das definições de promoção da saúde, vistas nos estudos de Dina
Czeresnia (2003), e das abordagens de Bauman (2001) sobre cuidado com saúde.
Os conceitos de multiterritórios e multiterritorialidades são baseados em autores
como Saquet (2015) e Haesbaert (2011), conectados às concepções de Raquel
Recuero (2014) acerca das mídias sociais digitais. O estudo constitui uma pesquisa
descritiva, explicativa e bibliográfica e envolve análise documental, considerando as
publicações no Instagram como documento a ser coletado. Quanto à natureza dos
dados, trata-se de pesquisa qualitativa e recorre à perspectiva teórico-metodológica
da semiótica discursiva e da semiótica plástica, a partir dos autores José Luiz Fiorin
(2011), Diana Barros (2005) e Ana Claudia Oliveira (2004), para analisar tais
discursos. O corpus é composto por stories publicados no perfil do Instagram do
médico Mohamad Barakat. Diante das análises, conclui-se que a construção do
discurso de vida saudável é recoberta por temas como rotina, estilo de vida,
comportamento, aconselhamento e autocuidado, figuratizados por elementos de
comprovação expostos pelo médico, como os alimentares, e reforçados pelo arranjo
expressivo, inserido em um ciberterritório cuja presença do médico é marcada por
informalidade, intimidade e proximidade.

Palavras-chave: Vida saudável. Ciberterritório. Médicos. Mídias Sociais.
Semiótica.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910