27/09/2022 - Defesa de Lais de Mello Rocio

Mestrando(a):  Lais de Mello Rocio
Título: “VÍTIMAS DO SILÊNCIO: jornalismo literário e representação de mulheres em contextos históricos”

Data:  27/09/2022
Horário: 14:00

Sala: 3

Banca Examinadora: 
Prof. Dr. Rafael da Silva Paes Henriques (Orientador- PÓSCOM/UFES)
Profa. Dra. Patrícia Cardoso D’Abreu (Membro interno - Depcom/UFES)
Profa. Dra. Inês de Oliveira Castilho e Albuquerque Amaral (Membro externo - CES/Universidade de Coimbra/Portugal)

Linha de pesquisa: Comunicação e Poder.

Resumo: 

Esta dissertação irá investigar como o jornalismo literário contemporâneo constrói a representação de mulheres em contextos históricos. Iremos analisar livro-reportagens que resgatam eventos da História moderna e contemporânea do Brasil, tal como o fenômeno do cangaço brasileiro − de movimentos sociais e banditismo rural no sertão do Nordeste do país entre 1920 e 1930 − sobre o qual dedicamos a análise prévia apresentada neste relatório. Dessa maneira, será realizada a codificação e interpretação de enquadramento jornalístico do livro “Maria Bonita: Sexo, violência e mulheres no cangaço”, de Adriana Negreiros (2018), e do livro "Lampião e Maria Bonita: Uma história de amor e balas", de Wagner Gutierrez Barreira (2018). A partir desta análise da reportagem, pretende-se discutir os questionamentos e complexidades acerca das mulheres no cangaço, uma vez que este apresenta, por um lado, certo empoderamento e participação feminina em suas ações, principalmente na figura da cangaceira Maria Bonita, e por outro lado, ainda mantinha práticas violentas e abusivas de dominação masculina contra mulheres. Assim, o estudo possui os objetivos de identificar e debater as estratégias com que as reportagens literárias podem retratar a experiência feminina histórica a partir de uma perspectiva feminista, desenvolvendo debates teórico-metodológicos em torno da crítica aos relatos jornalísticos que promovem o silenciamento e exclusão de mulheres, reproduzindo a dominação masculina nos modelos de conhecimento e historicidade humanos. Para compreender e debater tais questões de pesquisa, utilizamos métodos de pesquisa bibliográfica, de análise de enquadramento jornalístico dos livro-reportagens selecionados, bem como entrevistas de profundidade semi-abertas com jornalistas autores das reportagens.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910