Name: Lucas Bragança da Fonseca
Type: MSc dissertation
Publication date: 01/03/2019
Advisor:

Name Rolesort descending
Erly Milton Vieira Junior Advisor *

Examining board:

Name Rolesort descending
Erly Milton Vieira Junior Advisor *
Gabriela Santos Alves Internal Examiner *

Summary: É notória a ascensão da cultura drag na contemporaneidade. Se antes as drag queens estavam em uma posição de figura de entretenimento exótico, apresentada isolada e esporadicamente, garantindo o cumprimento da "cota de diversidade", atualmente, elas se reapresentam midiaticamente de forma mais ampla e articulada. Hoje, as drags explicitam sua comunidade (em lugar somente do indivíduo), suas demandas políticas e sua rearticulação lúdica da ambiguidade de gênero – características que, por sua vez, passam a ressoar num tipo de plateia que também passa a querer ser drag. Com isso em mente, o presente estudo objetivou a compreensão desse novo cenário midiatizado, buscando compreender de que maneira os produtos midiáticos de protagonismo drag afetam seus espectadores, tendo foco em RuPaul’s Drag Race, o principal catalisador desse novo momento. Para tanto, o projeto se debruçou, primeiramente, em entender o lugar desses corpos na história, dando foco à cena brasileira e suas aparições midiáticas. Depois, foi traçado um panorama sobre o entendimento dos novos contornos da cena drag, elaborando, também, uma diferenciação para a cena transformista e um aprofundamento a partir dos conceitos de queer, camp e contrassexualidade. Ao final, a partir de entrevistas realizadas por jovens drag queens, o trabalho articula um entendimento entre o novo momento midiático e os afetos por ele provocados, tendo em conta, a espectatorialidadequeer desses produtos.
Palavras-chave: Drag queen; Afeto; Espectatorialidade; Cultura LGBT, Corpo.

Access to document

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910