Ontology of journalism: work, hegemony and production of meaning

Summary: A posse dos dispositivos comunicacionais, que envolve o controle sistemático dos meios de produção, dos algoritmos, da linguagem e da circulação das mercadorias culturais, constitui-se em um poder ampliado, capaz de delimitar objetivamente o controle do trabalho jornalístico, mas também das subjetividades dos consumidores. A pesquisa propõe uma categorização do jornalismo como máquina informacional de construção da hegemonia e aborda como estudos da produção de sentido podem descortinar os interesses e ideologias que orientam a prática jornalística. Assim, a análise dos conteúdos jornalísticos pode interligar o eixo produtivo e o eixo representacional, o que permite um enfoque capaz de compreender o papel dessa forma de conhecimento na elaboração da direção moral e intelectual vigente.

Starting date: 2018-05-02
Deadline (months): 24

Participants:

Role Namesort descending
Student Master * Nathália Esteves da Silva Gomes
Coordinator * Rafael Bellan Rodrigues de Souza
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910