Cibercultura e Sociedade em Rede

Código: PGCT-1009
Curso: Mestrado em Comunicação e Territorialidades
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Teoria das Redes e a emergência da cibercultura com campo teórico da comunicação. As dimensões políticas e culturais da cibercultura.
Análise das linguagens da comunicação multimídia. Os conflitos sociais e políticos internos no âmbito da cibercultura. Novos agenciamentos
produtivos, informatização da produção e a economia da informação: impactos da estrutura de produção em rede nos processos e práticas
comunicacionais locais. Dimensões antropológicas da comunicação no ciberespaço. A construção das identidades em redes: novos arranjos
cognitivos. A construção da espacialidade local e global nas redes telemáticas: identidades em fluxo.
Bibliografia: ANTOUN, H. (Org). Web 2.0: participação e vigilância na era da comunicação distribuída. Rio de Janeiro: Mauad, 2008
ANTOUN, H. ; PECINI, A.C.. A web e a parceria: projetos colaborativos e o problema da mediação na Internet. InTexto, v. 16, p. 1-15, 2007
BARABÁSI, A.-L.. Linked: how everything is connected to everything else and what it means for business, science, and everyday Life. New York:
Plume, 2003.
BENKLER, Y.. The wealth of networks. New Haven: Yale, 2006.
BRUNS, A.. Blogs, Wikipedia, Second life, and Beyond : from production to produsage. New York: Peter Lang, 2008.
CASTELSS, M.. A sociedade em rede. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1999
DELEUZE, G.; GUATTARI, F.. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Vol. 1. São Paulo: Editora 34, 1995
FELINTO, E. . O Pós-Humano Incipiente: uma Ficção Comunicacional da Cibercultura. INTERCOM - Revista Brasileira de Comunicação, São
Paulo, v. 29, n. 2, p. 103-118, 2006
GALVÃO, A.P.; SILVA, G.; COCCO, G.. Capitalismo Cognitivo: trabalho, redes e inovação. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.
GOMES, W. S. . Internet e participação política em sociedades democráticas. Revista da FAMECOS, Porto Alegre, v. 27, p. 58-78, 2005
_____ . A democracia digital e o problema da participação civil na decisão política.. Revista fronteira, São Leopoldo, v. VIII, n. 3, p. 214-222,
2005
LAZZARATO, M.; NEGRI, A.. Trabalho imaterial: formas de vida e produção de subjetividade. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.
LEMOS, A.. Cibercultura, Tecnologia e Vida Social na Cultura Contemporânea. Porto Alegre: Sulina, 2002.
_____ . Cidade e Mobilidade. Telefones Celulares, Funções pós-massivas e territórios informacionais. Revista Matrizes, São Paulo: v. 1, p.
121-138, 2007
LESSIG, L.. Cultura Livre como a grande mídia usa a tecnologia e a lei para bloquear a cultura e controlar a criatividade. São Paulo: Editora
Francis, 2005
MACHADO, A.. O processo de recepção e as novas tecnologias de comunicação. Novos Olhares (USP), v. Vol.1, p. 24-32, 2006.
MANOVICH, L.. The Language of New Media. Cambridge: MIT Press, 2002.
NEGRI, A.; HARDT, M.. Império. São Paulo: Martins Fontes, 2004.
_____ . Multidão. Rio de Janeiro: Record, 2005.
PARENTE, A.. Tramas da rede. Porto alegre: Sulina, 2004.
PRIMO, A.. O aspecto relacional das interações na Web 2.0. E-Compós (Brasília), v. 9, p. 1-21, 2007
_____ . Interação mediada por computador: comunicação, cibercultura, cognição. Porto Alegre: Sulina, 2007.
RHEINGHOLD, H.. La comunidad Virtual : uma sociedad sin fronteras. Barcelona: Gedisa, 1996
_____ . Multitudes inteligentes. Barcelona: Gedisa editorial, 2004
SÁ, S. P. de. . Quem media a cultura do shuffle: Cibercultura, gêneros e mídias. Razón y Palabra, v. 15, p. 1-12, 2006
SHIRKY, C.. Here comes everybody: the power of organizing without organizations. New York: Penguin Press, 2008.
WATTS, D.J.. Small worlds : the dynamics of networks between order and randomness. New Jersey: Princeton University, 2003.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910